why are you wearing that stupid man suit?

why are you wearing that stupid man suit?

24.04.11
2
Pra onde ir né?
Putz eu sei pra onde quero ir, sei pra caralho!! Hoje tive uma conversa que me fez pensar isso de novo, me deixou em dúvida por muito pouco tempo, mas logo em seguida já estava certo novamente de que sei pra onde quero ir. O problema, é que eu quero ir pra um lugar que não é o mesmo que algumas pessoas querem que eu vá, ou queriam..mas e aí, como faz? Será que decepcionei alguns? Provavelmente. Mas o que eu posso fazer? Tá dentro de mim, quero ir pra outra direção, tenho outros sonhos, tenho outras vontades, outros valores..isso cresceu em mim assim, não da pra simplesmente ignorar. Existem milhares de pontos de vista, e sei que cada um é flexivel à sua maneira…com os mais flexíveis, espero continuar sempre, independente do caminho, mas com os outros talvez não faça tanta questão. Infelizmente as coisas são assim! A curva ta ali, ta chegando velho, e eu sei que vou virar. Pra quem vai reto, boa sorte!! Espero que essa curva me leve aonde planejei.

Pra onde ir né?

Putz eu sei pra onde quero ir, sei pra caralho!! Hoje tive uma conversa que me fez pensar isso de novo, me deixou em dúvida por muito pouco tempo, mas logo em seguida já estava certo novamente de que sei pra onde quero ir. O problema, é que eu quero ir pra um lugar que não é o mesmo que algumas pessoas querem que eu vá, ou queriam..mas e aí, como faz? Será que decepcionei alguns? Provavelmente. Mas o que eu posso fazer? Tá dentro de mim, quero ir pra outra direção, tenho outros sonhos, tenho outras vontades, outros valores..isso cresceu em mim assim, não da pra simplesmente ignorar. Existem milhares de pontos de vista, e sei que cada um é flexivel à sua maneira…com os mais flexíveis, espero continuar sempre, independente do caminho, mas com os outros talvez não faça tanta questão. Infelizmente as coisas são assim! A curva ta ali, ta chegando velho, e eu sei que vou virar. Pra quem vai reto, boa sorte!! Espero que essa curva me leve aonde planejei.

07.02.11
kuleshov effect.

kuleshov effect.

14.01.11
2
quite simply.

quite simply.

11.01.11

ta acabando

É mano, não sei porque a gente tem essa mania de traçar metas, objetivos, tudo quando começa um novo ano. 2010 ta acabando, o que você vai começar a fazer em 2011? Sério eu acho que esse lance de começar depois, talvez seja pior…pensa. Você tem que ter atitude certo, se você precisa, se você quer fazer, porque não fazer agora, já? Se você levantar e fizer o que está pensando é muito mais garantido que isso vai dar certo, se você adiar pode ser que você esqueça talvez. Só sei que eu to afim de que o ano acabe logo mesmo, as vezes nem sei direito quais atitudes tomar, pra onde ir, to naquela fase confusa, que eu não preciso explicar como é porque todo mundo passa por isso. Espero que o próximo ano (quem foi que inventou essa parada? isso só serve pra gente adiar mais ainda), espero que no próximo ano algumas coisas sejam diferentes…

Hoje eu até faço aquilo que comentei no começo do texto, de pensar em alguma coisa e fazer ela agora, mas confesso que não faço sempre. Isso eu deixo pra 2011, mas prometo ser a ultima vez.

01.12.10
Lendo a auto-biografia do Gandhi, me interessei por uma parte onde ele escreve sobre o comportamento das pessoas nos trêns da Índia, precisamente na terceira classe.
"As aflições dos passageiros dessa classe são sem dúvida fruto da falta de atenção das autoridades ferroviárias. Mas a violência, os hábitos sujos, o egoísmo e a ignorância dos próprios passageiros não é menos culpada. É pena que eles não percebam que estão se comportando de uma forma doentia, descuidada e egoísta. Acreditam que tudo que fazem é natural."
Na maioria das vezes, um problema se torna muito maior diante do modo que as pessoas se comportam quando encaram ele. Isso não é nada diferente do que vemos no nosso dia a dia. No transporte público, no trânsito. A desculpa mais “aceitável” seria a de que vivemos num corre louco, que o tempo é curto, que todo mundo tem pressa, mas esse argumento vai por água a baixo quando vemos atitudes iguais, ou até piores, acontecendo em lugares de lazer como shoppings, parques, cinemas e etc. Não vou eu agora dizer que seria melhor se as pessoas se comportassem diferente e tudo mais, porque isso a maioria pensa, e as que não tem esse pensamento só vão mudar quando se sentiram totalmente atingidas por algum comportamento que o incomode. Infelizmente é assim que nós aprendemos.
A auto-biografia do Gandhi é boa demais, não terminei, mas já admiro esse homem pela coragem, humildade, solidariedade, e principalmente pela paz que ele sempre levou no coração. Mais pessoas deviam saber da história e dos valores dele.

Lendo a auto-biografia do Gandhi, me interessei por uma parte onde ele escreve sobre o comportamento das pessoas nos trêns da Índia, precisamente na terceira classe.

"As aflições dos passageiros dessa classe são sem dúvida fruto da falta de atenção das autoridades ferroviárias. Mas a violência, os hábitos sujos, o egoísmo e a ignorância dos próprios passageiros não é menos culpada. É pena que eles não percebam que estão se comportando de uma forma doentia, descuidada e egoísta. Acreditam que tudo que fazem é natural."

Na maioria das vezes, um problema se torna muito maior diante do modo que as pessoas se comportam quando encaram ele. Isso não é nada diferente do que vemos no nosso dia a dia. No transporte público, no trânsito. A desculpa mais “aceitável” seria a de que vivemos num corre louco, que o tempo é curto, que todo mundo tem pressa, mas esse argumento vai por água a baixo quando vemos atitudes iguais, ou até piores, acontecendo em lugares de lazer como shoppings, parques, cinemas e etc. Não vou eu agora dizer que seria melhor se as pessoas se comportassem diferente e tudo mais, porque isso a maioria pensa, e as que não tem esse pensamento só vão mudar quando se sentiram totalmente atingidas por algum comportamento que o incomode. Infelizmente é assim que nós aprendemos.

A auto-biografia do Gandhi é boa demais, não terminei, mas já admiro esse homem pela coragem, humildade, solidariedade, e principalmente pela paz que ele sempre levou no coração. Mais pessoas deviam saber da história e dos valores dele.

20.10.10

Comeback Kid - G.M Vincent & I

Primeiro vou dizer que o Comeback Kid é uma das melhores bandas hardcore que já ouvi. Figura em um TOP3 fácil fácil. Todas as músicas são fodas, mas essa em particular é um absurdo, tem uma energia do caralho…não vejo a hora deles virem pra SP ano que vem, é um show pra gastar todas as energias e mais um pouco.

0 plays
06.10.10
A Sorte.
Foi assim que tudo começou. Eu era moleque, não sabia de nada, e junto com mais alguns bons amigos começei uma banda. Claro sempre foi o sonho de todos que ela virasse sucesso nas rádios, que fizessemos vários shows e que no futuro conseguiríamos viver disso, juntos! Alguns se foram, outros chegaram e no fim a gente não conseguiu ser aquilo que sonhamos de início. Porém, com o tempo a gente aprende a entender o porque de as coisas acontecerem do jeito que acontecem.
Tudo isso foi necessário para que eu chegasse aqui, neste exato momento, onde ainda não sou metade do quero ser, mas já tenho algumas idéias de como seguir. Foi por causa dessa aventura de moleque que criei interesse pelas coisas que hoje amo, e que conheci as pessoas que quero ter em minha vida pra sempre.

É por isso que hoje começo esse blog, pra escrever sobre tudo o que gosto, penso, vejo, planejo, faço e por aí vai…a sorte me mostrou lá atras um caminho pra seguir, agora eu vou até aonde a “brisa” me levar.

A Sorte.

Foi assim que tudo começou. Eu era moleque, não sabia de nada, e junto com mais alguns bons amigos começei uma banda. Claro sempre foi o sonho de todos que ela virasse sucesso nas rádios, que fizessemos vários shows e que no futuro conseguiríamos viver disso, juntos! Alguns se foram, outros chegaram e no fim a gente não conseguiu ser aquilo que sonhamos de início. Porém, com o tempo a gente aprende a entender o porque de as coisas acontecerem do jeito que acontecem.

Tudo isso foi necessário para que eu chegasse aqui, neste exato momento, onde ainda não sou metade do quero ser, mas já tenho algumas idéias de como seguir. Foi por causa dessa aventura de moleque que criei interesse pelas coisas que hoje amo, e que conheci as pessoas que quero ter em minha vida pra sempre.

É por isso que hoje começo esse blog, pra escrever sobre tudo o que gosto, penso, vejo, planejo, faço e por aí vai…a sorte me mostrou lá atras um caminho pra seguir, agora eu vou até aonde a “brisa” me levar.

28.09.10